LUTEÍNA – o que é, benefícios e indicações!

A luteína é um potente antioxidante que pertence ao grupo dos carotenóides. Ela está naturalmente presente em vários alimentos que possuem as cores laranja e/ou amarelo. Este nutriente é conhecido principalmente por manter a saúde dos olhos, mas existem outros benefícios que a luteína também oferece.

Pessoas com dietas básicas e com pouca variedade (aqueles que comem todo dia arroz, feijão, pão, leite, batata, alface, massas, etc.) possuem baixa ingestão dessa substância, então precisam mudar seus hábitos e/ou usar uma suplementação para obter os benefícios. As principais fontes alimentares são: espinafre, gema do ovo, chicória, cenouras e kale.

A luteína está presente na mácula dos nossos olhos (uma pequena área da retina responsável por ver cores) e por isso se torna fundamental na hora de prevenir a perda da visão com o passar do tempo.

Nosso corpo não consegue produzir esse antioxidante, então temos que ingerir diariamente através da alimentação ou suplementação.

  • Benefícios:

– Reduz o risco de degeneração macular com a idade e catarata

– Protege os olhos do sol e da luz azul dos eletrônicos

– Reduz fadiga dos olhos

– Pele mais firme, saudável e bonita

– Retarda rugas e fotoenvelhecimento

– Facilita a renovação de células

– Previne doenças cardíacas

– Prevenção do câncer de cólon, mama e pele

– Reduz as chances de Diabetes tipo 2

-Protege o corpo todo contra os radicais livres e estresse oxidativo que causam doenças e envelhecimento precoce.

  • Suplementação

Consumir cerca de 10mg/dia. A luteína é absorvida melhor na presença de gorduras e vitamina E.

Pessoas com mais de 40, fumantes, aqueles que não comem vegetais, pessoas com fibrose cística, com histórico de problemas nos olho e/ou pele e mulheres na menopausa podem usar doses maiores – podendo chegar até 30mg/dia.